Buscar
  • Raphael

XaaS → Tudo como Serviço :-)

Atualizado: Ago 2

Em geral as plataformas de nuvem oferecem centenas de serviços que são no mínimo muito confusos de acompanhar. Todos os meses mais serviços são agregados e onde vamos chegar com toda essa coleção de serviços? Para escolhermos um modelo é preciso entender como os serviços são oferecidos e quais as reais vantagens.



Quais as vantagens de usar os serviços de nuvem?

Umas das grandes vantagens é aumentar ou reduzir a estrutura de acordo com a sua utilização e pagar só pelo que está usando.

Quanto a segurança da informação também encontramos diversas vantagens, pois além de usarmos uma estrutura atualizada, podemos também duplicar os dados em diversas partes do planeta, tornando a infra extremamente estável no ponto de vista de falhas e perdas. Além de existirem diversos serviços de proteção de dados para nuvem.

Todo esse processo reduz o custo de manutenção, pois toda a preocupação com a camada de hardware, sistemas operacionais, network e segurança também ficam a cargo da plataforma.

Outro benefício é a criação dinâmica de diversos tipos de ambientes tornando as empresas mais Ágeis em desenvolver novas soluções e criar novos produtos.

Todos que trabalham com a área de TI, sendo como cliente ou fazendo parte da mesma, sabe que os problemas acontecem quando um recurso não funciona a contento ou para de funcionar.

Isso normalmente acontece pela falta de manutenção de toda cadeia de infraestrutura, normalmente por falta de recursos (técnicos) para realizar manutenção em tantas camadas de estrutura. Nesse caso a nuvem traz uma grande redução no volume de suporte deixando a equipe mais focada no que é importante para a empresa, reduzindo em muito os problemas de funcionamento.

Ok, e agora?



Qual serviço contratar?

Normalmente os Serviços de nuvem estão divididos em camadas de Infra e essas camadas estão divididas em modelos de serviços que vem desde uma grande fatia da administração de recursos de infraestrutura até uma pequena ou quase nada.

Essas soluções são utilizadas de forma híbrida nas empresas dependendo da cultura, da maturidade dos sistemas internos e dos recursos usados pelos usuários. (DevOps chegou para melhorar esse processo, mas esse é assunto para outro artigo.)

Para entendermos melhor a "sopa de letrinhas" montei um diagrama baseados nos diagramas que os provedores usam para explicar os tipos de serviços que estão oferecendo.


Um ponto importante no cenário de nuvem é entender que o Data (Database) pode até ser gerenciado pelo provedor, mas os dados continuam sendo da empresa.

A customização pela equipe de ti local é feita em todos os blocos, mas a responsabilidade de manter funcionando é que muda.

Por exemplo, customizar processamento, memória, disco, S.O., configuração de network, tipo de balanceador, configuração de crescimento elástico e muitas outras configurações são definidas em cada bloco e deve ser feito pela equipe de TI Local.

Mas as manutenções, aplicação de patch, atualizações, replicação (opcional ), backup (opcional) e outras funções ficam a cargo do provedor.

Vamos entender o que cada um desse modelos oferecem.



conheça mais nesse link : https://medium.com/@raphcvd/desmistificandoservicosnanuvem-bef1e8d0021e

390 visualizações

©2019 por vennecy. Desde 2005 superando a expectativa e nossos clientes